↑ Voltar para Quem Somos

Imprimir Página

Home

Uma doação muda várias vidas

Alimentar-se, vestir-se e amarrar o cadarço do tênis são atividades que costumamos realizar diariamente com facilidade. Para muitos, porém, manusear talheres e abotoar a camisa tornam-se desafios, assim como movimentar-se, no caso de deformidade nos pés. O ideal é que a má-formação ou lesão seja tratada ainda na infância, facilitando a recuperação e a adaptação do paciente. O valor do tratamento costuma ser elevado, portanto, inacessível a famílias de baixa renda. Visando prestar atendimento especializado a esse público, surgiu em 2006 o Instituto SOS Mão Criança, que realiza mutirões cirúrgicos e missões humanitárias em Pernambuco e outros estados do Brasil.

Calcula-se que 1% a 2% das crianças nascidas têm algum tipo de defeito congênito nos membros superiores ou inferiores. Entre as mais comuns, estão a sindactilia (união de dois ou mais dedos) e a polidactilia (mais de cinco dedos em algum dos membros), respectivamente com incidência de 18,2% e de 14,6%. Também são recorrentes fissuras, danos nos tendões e nos nervos, além de sequelas de traumatismos e queimaduras. Embora não ofereçam perigo mortal, afetam o crescimento e no desenvolvimento do indivíduo e consequentemente influenciam a qualidade de vida.

Fundado pelos médicos Mauri Cortez e Rui Ferreira, ambos médicos ortopedistas com mais de 20 anos de experiência, a ONG presta um serviço exemplar e relevante para a sociedade pernambucana e tornou-se referência no Norte e Nordeste. Desde a primeira avaliação ao pós-operatório, os pacientes são acolhidos e acompanhados por equipes multiespecializadas do Hospital SOS Mão Recife, com o apoio de laboratórios de análise
clínica e empresas parceiras. Os medicamentos também são disponibilizados gratuitamente. Em 2013, atingiu o marco de 1.000 cirurgias, tendo merecido voto de aplausos da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

As ações dependem de duas importantes variáveis: o trabalho voluntário e as doações de colaboradores. Contribuir para os mutirões cirúrgicos e as missões humanitárias é um ato de amor ao próximo. Simboliza uma esperança aos jovens carentes que desejam um futuro melhor. Através da doação de valores ou bens, você pode mudar a vida de milhares de pessoas. Com o seu trabalho e a sua disposição, podemos ultrapassar limites e estabelecer metas. Nosso compromisso, acima de tudo, é com a ética, a transparência e a saúde de nossos assistidos. Ligue agora mesmo para (81) 3091-3954 ou 3032-8710.

Link permanente para este artigo: http://www.institutososmaocrianca.org.br/

IMG_0199

Consultas e atendimentos do dia 19/02

O Instituto SOS Mão Criança realizou diversos atendimentos para seus pacientes. As consultas foram realizadas pelo Dr. Guilherme Cerqueira, que atendeu várias crianças com malformações congênitas nos membros inferiores. Faça a diferença na vida de crianças com malformações congênitas. Doe qualquer quantia e contribua nos tratamentos. ☎ Central de Doação: 3091-3954 / 3032-8710  

Leia mais

dedo-em-gatilho

Dedo em gatilho

O dedo em gatilho, também conhecido como dedo engatilhado ou tenossinovite estenosante, é uma inflamação do tendão responsável por dobrar o dedo, que faz com que o dedo afetado fique sempre dobrado, mesmo quando se tenta abri-lo, causando dor na mão. A inflamação crônica do tendão também pode provocar a formação de um nódulo na …

Leia mais

WhatsApp Image 2017-11-29 at 11.56.25

Uma paratleta muito especial

A história de Glória Maria Ferreira de Farias, 17 anos, é um grande exemplo de força de vontade, garra e superação. Glorinha nasceu prematura, aos 6 meses. Teve paralisia cerebral. Hoje ela tem Hemiplegia, possui o lado direito paralisado. Ela mora com os pais, Josivaldo Francisco de Farias, 51 anos, a mãe, Lucivânia Ferreira de …

Leia mais

6

35ª Missão Humanitária do Instituto SOS Mão Criança ocorreu com sucesso

A 35ª Missão Humanitária do Instituto SOS Mão Criança atendeu 26 pacientes. As cirurgias aconteceram no Hospital SOS Mão e Ortopedia durante os dias 14, 15 e 16 de de dezembro. A 35ª Missão Humanitária contou com médicos estrangeiros e de outros especialistas que fazem parte do corpo clínico do Hospital SOS Mão e Ortopedia. …

Leia mais